Passada a E3 e todo o seu burburinho, podemos realizar uma analise mais crítica em relação ao evento. Este pequeno trecho tratará exclusivamente das três gigantes. Sim as três gigantes! Aquela que priorizou os hardwares e anunciou um novo console que pode estar entrando na nova geração. Mesmo que essa ainda tenha muito a afirmar! Mas, muito além dos consoles a palavra chave foi o retrocompatibilidade…

Para muitos, o termo liberdade ganhou outro peso depois desta sutil palavra. A Microsoft olhou para um mercado crescente que a Steam e a Origin comandam, e percebeu uma brecha imensa de crescimento em ambos os setores. Perceba muito mais que um novo console que tem um nome sugestivo, a empresa do tio Bill, quer o futuro na retrocompatibilidade, basta ter o Windows 10 e ela o disponibilizou gratuitamente para todos. Esse pode ser um passo para vencer sua rival e crescer no mercado asiático, onde chineses e coreanos são a nova vedete. Por curiosidade, em ambos os mercados jogos de PC tem uma amplitude significativa.

Com sugestão, segue o artigo:

ARTIGO SOBRE O MERCADO DE GAMES

Canal do Xbox

A gigante japonesa por sua vez repetiu o modelo de sucesso, trouxe vários jogos com destaque para três, um lenda que finalmente ganhou corpo e data XX/XX/2016… Recuso-me, numa liberdade poética a escrever essa data, pois meus dois PS3 estragaram e esse jogo não foi lançado para eles. Foi abandonado e retomado, de quase cancelado, a grande lançamento desta geração. Sinceramente, lindo… Mas, só vou confirmar minhas opiniões quando jogar, pois a lenda ainda é só uma lenda…

Outro momento único da família foi a repaginada de um das maiores mascotes da corporação. Kratos migrou como muitos no mundo e foi para o Norte, em busca do inverno de outros nichos religiosos, pobres deles. Mas duas mudanças deixaram portas e bocas abertas, uma a descendência do guerreiro, pois o God of War agora leva seu rebento em sua jornada, ruivo como o fogo e incerto como a infância. Outra mudança assusta um gameplay que lembra o Resident Evil 04, com uma mudança na câmera que a princípio assusta. O olhar de outro lugar pode ser imenso e ao mesmo tempo assustador. Que a jogabilidade não mude ou que não transformem o Kratos numa cópia de outros games.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comparação entre os games

Porém, para este não tão jovem relator a cereja do bolo atende pelo nome de Hideo Kojima. Seu trabalho com Norman Reedus no game Death Stranding, prometendo trazer aquilo que a KOMANI de forma inexplicável abriu mão, um game fabuloso! Como de costume o MESTRE apresentou um projeto cheio de segredos e um trailer que usa bem todas as incontáveis informações soltas na rede.

Utilizando, desde o cancelamento do P.T.  Silent Hill, seu projeto com o diretor Guillermo Del Toro e o ator Norman Reedus, a comunidade game se questionou se haveria a possibilidade de outro game com os icônicos, fato que a principio com o ator é resolvido. Até as metáforas que Kojima sempre construiu bem em Metal Gear Solid, cada trailer era um universo particular que representava uma fração insignificante da grandeza que seria o game.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Um exemplo: Procure o significado das expressões Mass Stranding, Live stranding e Dead Stranding. Depois perceba que a palavra Dead foi substituída por “Death” Kojima constrói um pequeno universo e a Sony sorri com mais um exclusivo destruidor.

Mas, como dito no inicio deste artigo tivemos três gigantes para muito a aquela que já foi a MAIOR e hoje é um reflexo do que foi… Contudo, para este redator a empresa se impôs é mostrou que com apenas um movimento para o mundo. E, esse movimento atende pelo nome de:

029b98_f297c2c6dae14c6196a0d5a47bd01ec3-mv2

The Legend of Zelda: Breath of the Wild te conduzira a um novo caminho onde a descoberta, exploração e aventura, vão quebrar todas as convenções sobre a série. Afinal o mundo é seu para atravessar florestas, campos e montanhas, para voar e rever Hyrule com outro olhar. A liberdade da escolha tem seu preço, um mundo cheio de inimigos e uma gama de desafios trás uma nova lógica para Link, reunir alimentos e poções para sobreviver às missões.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Há uma gama imensa a ser explorada, com santuários e possibilidades incontáveis de quebra-cabeças e armadilhas nestes, segundo a empresa há mais de 100 Shrines of Trials para descobrir e explorar. Outro fator inovador é a presença de equipamentos e roupas, sim teremos um Link com ARMADURA, que vão interferir em conjunto na mobilidade do herói e sua interação com o cenário. Como sempre, teremos que combater inimigos com estratégia e cada um deles conta com os seus próprios métodos de ataque, o que obrigará aos jogadores a pensar de forma rápida e a desenvolver as táticas certas para vencer.

Esse jogo redefiniu o mundo e foi o mais celebrado durante e após o evento. Assim, com apenas um jogo, sem consoles ou hardware que a BIG N se impôs!

Segue um gameplay para aumentar nossas expectativas:

Hoje, na data que este foi escrito o mundo só fala dela e seu App.

 

  • Diego Dutra Rodrigues

    Ansioso para jogar os dois últimos jogos! Ótimo review Du!

    • cláudio gomes

      estamos na expectativa e os Pokémons estão a mil!

  • Aline Silveira

    Du, ótimo texto.

    • cláudio gomes

      obrigado!

  • Gabriel Guedes

    Excelente artigo! 😉

    • cláudio gomes

      Grato divindade.

  • Meu sonho era ter um PC pra jogar, graças a CEMIG, queimou tudo, hahaha e nda do dinheiro de volta, agora terei de vender meu rim para jogar, sacrifício válido, hahaha

    • cláudio gomes

      Deixa o rim, pois ano que vem temos muitas coisas boas e novos consoles para comprometer ele agora.

  • Jhunior Berserker

    Parabéns pelo artigo,que demonstra um convívio com a história dos games e jogos das respetivas empresas,lamento pelo seu play 3,lamento muito…
    Mas sobre os jogos e tecnologias que virão, torcendo oara que dêem certo e não sejam um tiro no pc,um mundo novo tem surgido com muitas possibilidades. Há muita expectativa sobre todos,torcemos pela equipe do Zelda,pelo Kratos of Wotan,e sempre anciosos pelos jogos da japonesa e do sr. Kojima. Lembrando ainda do novo e retro Sonic e sobre os boatos do novo megadrive.

    • Felype Abreu Silva

      Muito bom mesmo, o Windows voltando a valorizar os PCs gamers, até porquê estão ficando mais populares devido aos e-sports, nintendinho voltando o mercado misturando nostalgia com novos APIs isso está sendo muito bom pra gente!

    • cláudio gomes

      A expectativas estão altas. O conhecimento é culpa da idade e dos bons adversários ao longo da vida! Quanto ao PS3 sempre vai ter o próximo, o 3DS é que não pode quebrar.