Andrew Garfild pode ter “99 Casas” mas nenhuma delas é em um filme da Marvel.

Deixando a brincadeira de lado,  “99 Casas” (25 de setembro)  é o primeiro filme do ator após viver um dos heróis mais famosos das HQs no cinema e isso significa que ele passa a maior parte do seu tempo respondendo sobre o fracasso da franquia que participou do que falando sobre o novo projeto.

Recentemente em uma entrevista para o The Playlist, Garfield falou sobre um dos principais pontos responsáveis pelo insucesso  dos filmes do Homem-Aranha da Sony, o fato da empresa ter se preocupado em fazer um herói que agradasse o maior número possível de pessoas, o ator ainda  comparou os esforços do estúdio a produção  de Coca-Cola.

Andrew Garfield,o ator de 32 anos mostrou que sabe “chutar bundas” com suas declarações. Well done!

” A pressão de fazê-lo direito, para agradar a todos…isso não vai acontecer. Você acaba não agradando ninguém, ou todos parcialmente” Garfield ainda disparou “Os filmes são feitos  pensando em agradar homens brancos de 50 anos de idade, adolescentes gays, homofóbicos tanto quanto a meninas de 11 anos. Isto é como enlatar Coca-Cola e este aspecto era uma chatice. Especialmente para nós que tentávamos torná-lo algo único, algo que vale a pena o preço da entrada. Era sobre verdade, autenticidade, sabor, mas ao mesmo tempo, eu entendo que eles precisam fazer um monte de dinheiro e eu não posso viver, desta forma soa como uma prisão.”

Depois de perder um papel que ele sonhava como uma criança, você pode até pensar que Andrew tomará cuidado com outros papéis de tanta evidência, mas não é asim. ” Eu não vou fugir de algo que um monte de gente vai ver”, disse ele “F*ck, pode vir mais, a vida é curta” terminou de disparar o ator.

Vlw, flws!Vlw, Flws!

 

Fonte:Comicbook