bommeninoloki-600x475

O ator que interpreta Loki nos cinemas, Tom Hiddleston, mandou um e-mail em que glorifica o diretor Joss Whedon por ter escolhido ele para o papel de um dos melhores vilões do cinema. Confira e se inspire!

“Joss,

eu estou tão animado que mal consigo falar.

A primeira vez que eu li o roteiro, agarrei o caderno da mesma maneira que Charlie Bucket segurou o dourado bilhete premiado que envolvia uma barra de chocolate Wonka. Eu não sabia por onde começar. Como um ator clássico, eu pulava as páginas buscando pela palavra LOKI, indo de trás para a frente, lendo sem qualquer ordem particular, expressões saltando do papel como manchetes de jornal em minha cabeça: ‘ameaça real’; ‘campo de obediência’; ‘infeliz, nada é o bastante’; ‘seu sorriso não passa de um vislumbre de seu crânio’; ‘deus insignificante’…

Obrigado por escrever um Hans Gruber (vilão de ‘Duro de matar’) para mim. Mas um Hans Gruber com superpoderes. Como seria interpretado por James Mason. Sua vilania operística acompanhada de um linguajar único, com sua ‘ameaça real’ e sua bem guardada bagagem de sofrimento. É grandioso e épico e majestoso e poético e lírico e doentio e rico e incrível e é provavelmente o mais glorioso papel divertido que eu terei o prazer de interpretar. É tudo tão suculento.

Eu adoro a maneira como você segue colocando o Loki em uma espécie de pedestal de magnificência régia para derrubá-lo logo em seguida. Ele é amassado, golpeado, derrubado, humilhado… e depois de cada queda se levanta com um sorriso doentio, sem perder por um segundo que seja a sua eloquência, estilo, raciocínio, egocentrismo e grandeza, e você nunca o priva de sua verdadeira inteligência. A maneira como ele ama entrar em cena; seu apreço pelos grandes gestos, a fala pomposa, o espetáculo. Eu posso ser parcial, mas eu sinto que você escreveu o papel mais legal para mim.

De verdade, eu estou apenas te enviando um grito e um soquinho além-mar, coisas que um ator britânico tradicionalmente não faz. É épico”.