Review: Velozes e Furiosos 7, sem spoilers!
7.5Nota
Votação do Leitor 1 Voto
9.5

Só para começar, se você é daqueles críticos de cinema, que tudo tem que ter roteiro extremo que desafiem a inteligência, ou acha que todo filme tem que ser sombrio, meu amigo, você está lendo o texto errado.

Agora, se você admira outras áreas do cinema, pipocão mesmo, e gosta de muita ação, aquele exagero de cenas impossíveis, que só o cinema pode lhe proporcionar, pois afinal, é cinema, a ficção e cenas impossíveis “tem” que fazer parte da coisa, aqui é o lugar certo!

O filme sim é recheado de clichês, frases de impacto previsíveis, carros misturados com uma dose elevada de testosterona. O exagero…? Bem, é marca registrada, e nunca foi negado que esta era a proposta, então se alguém se sentiu enganado ou irritadinho, francamente, existem formas ótimas de se informar e ler sinopses hoje em dia… Os caras marombados e as cenas de lutas são realmente brutais e destrutivas, seguem uma linha muito bem executada, e é isso que o gênero propõe.

Fast-furious-7-mosqueteiros (14)

“Velozes e Furiosos 7”, se mostra mais uma vez uma série de extremo sucesso nos cinemas. A franquia,  que teve uma evolução incrível, tanto em cenas de extrema ação quanto em arrecadamento, retorna a todo vapor. Para muitos este já é o melhor filme da série, não só pelo efeito da morte do querido ator Paul Walker, (que claro deve ajudar na bilheteria, inegavelmente) mas por uma evolução em qualidade de cenas muito visíveis.

Vamos por partes:

Nova direção e cenas de ação

Fast-furious-7-mosqueteiros (7)A nova direção ficou a cargo de James Wan, que vem se mostrando muito competente, vindo de uma série de trabalhos com filmes de terror. Lembrando que a proposta do filme é uma ação frenética. As cenas de luta são épicas, The Rock e Jason Stathan fazem um estrago fenomenal, com uma filmagem muito boa, a câmera acompanha sem muitos cortes, isso foi muito bem feito. Luta com Vin Diesel também foi bem extrema, os marombado fizeram um combate que, digamos foi macho pra caramba. As filmagens e ângulos das cenas exageradas de ação com os carros, foram incríveis também. James Wan mostrou que também é bom em executar cenas de ação extrema.

Toda a ação dá uma nostalgia de exagero muito usada em filmes como 007 e Missão Impossível. Na verdade tudo que vemos hoje é subprotudo do que já existe, a questão é saber como usar sem paracer plágio direto. Neste quesito o filme pode até não agradar muitos, porém é de se admitir que criaram sua própria personalidade em estilo de filme.

Elenco atual

O filme marca a saída do Han, personagem japonês da equipe. Entra no time algumas celebridades como Kurt Russel (ocupando um papel recusado por Dansel Washington, ao que parece por questões de agenda). Nathalie Emmanuel como uma Hacker, que tem uma cena destaque saindo da praia, que foi de encher os olhos. Uma participação especial de uma ator chamado Ali Fazal, que é um grande ator de Bollywood, para a passagem da história nos Emirados Árabes. E sim claro a adição de Jason Stathan, que como todos esperavam, não decepcionou, em termos de promover cenas de lutas elevadas a quinta potência.

Fast-furious-7-mosqueteiros (6)

Provavelmente o ator para lutas, mais competente que já passou pela série de filmes, e que não deu moleza mesmo. O vigor das cenas que Jason promoveu, com coreografias insanas, abriu o leque para sua participação no futuro com certeza, potencializando o ator para ser provavelmente o pior inimigo do grupo de velocistas de carros. Os demais atores se mantiveram, Michele Rodriguez, Jrdana Brewster, Tyrese Gibson, Ludacris, o próprio Vin Diesel, e mesmo aprecendo menos, o Dwayne Johnson conhecido também como The Rock.

Paul walker, despedida.

A morte de Paul Walker, foi uma coisa totalmente inesperada como qualquer morte. Isso atrasou por muitos meses a produção do filme. Aliás, foi muito discutido se realmente iam continuar. O fato é que muito se fala que houve respeito de todos os lados, e quando decidiram continuar, mudaram drasticamente o roteiro, e tudo se voltou a uma homenagem ao ator.

Fast-furious-7-mosqueteiros (2)

Não existiu problemas em refazer nada, nem adaptar muitas coisas, já que o seguro da produção do filme, devido a morte do ator, cobriu todos os gastos de mudanças. Inclusive dizem que este é o maior seguro em termos de valores, na produção de um filme, de toda a história do cinema.

As cenas que faltavam, foram concluídas pelos irmãos do ator, Caleb e Cody Walker. Em muitas delas fizerem correções em CGI, para tornar os irmãos mais idênticos ao seu irmão Paul.

No fim do filme, Vin Diesel faz sua homenagem, que realmente chega a ser emocionante para o  ator e amigo. Relembrando cenas desde o primeiro filme, e palavras de saudade, a produção foi uma grande despedida, não só para o ator, mas para fans também.

Conclusão

Fans da série assistam sem medo, comprem o DVD e Bluray sem medo, este para muitos já é o melhor filme da franquia, se não, com certeza um dos melhores. Toda testosterona e ação exagerada que o cinema atual pode produzir está neste filme.  Que inclusive, pode ser considerada uma das melhores séries do estilo,  que mais diversifica, e produz com qualidade cenas dentro de sua proposta.

Gostou ou não da crítica? Tem algo a acrescentar? Deixe seus comentários aqui nos Mosqueteiros!

Fast-furious-7-mosqueteiros (11)

Fast-furious-7-mosqueteiros (4)

Fast-furious-7-mosqueteiros (12)

Fast-furious-7-mosqueteiros (13)

Fast-furious-7-mosqueteiros (1)

Fast-furious-7-mosqueteiros (3)

Fast-furious-7-mosqueteiros (5)

Fast-furious-7-mosqueteiros (9)